quinta-feira, 25 de agosto de 2016

domingo, 21 de agosto de 2016


Oração da natureza

Ivone Boechat


Senhor, no silêncio da alvorada,
venho pedir-te um favor:
que os homens, 
respeitem meu ninho,
minha eterna morada,
dá-lhes um pouco mais de amor,
só um pouquinho,
Senhor,
quase nada.

quarta-feira, 17 de agosto de 2016


Pai

Ivone Boechat

Pai é anjo
a serviço do céu
na vida dos filhos,
sem direito a descanso
na missão;
luta, noite e dia,
orando, provendo,
protegendo,
depois fica de plantão,
incentivando, socorrendo
carências,
amando, perdoando;
na correria,
vai aonde você não vai,
substitui ausências,
deixa na sombra do exemplo

a saudade do pai.

sexta-feira, 5 de agosto de 2016







Perdoe seu filho

                             Ivone Boechat

Quem amou o pai como devia,
ou quem, em vida, o reconheceu
anjo da guarda
e sua importância,
durante o  longo trecho da via
na jornada?
Quem abraçou o pai, como podia,
do seu jeito,
ou quem demonstrou a ele
o grande amor que merecia,
quando o amparava
com a própria mão,
no dia-a-dia?
Seja então o pai quase perfeito,
perdoe seus filhos pelos erros

de omissão!

quinta-feira, 4 de agosto de 2016

Image du Blog gigi54300.centerblog.net
Homenagem ao meu pai
Ivone Boechat

Recebe esta homenagem
sincera e linda
para perfumar, com imenso carinho,
a sua memória,
meu pai;
é um gesto especial
para rever ainda
as marcas de luta no caminho,
na construção de sua linda
história;
não foi herança de riqueza,
troféus, medalhas frias,
nome de rua,
homenagens, reconhecimento
que o destacaram,
é a beleza
de sua biografia
acesa num caminho de luz...
seu nome estará sempre
registrado pela obra,
grandiosa obra,
que honra, transcende, ilumina
por onde o senhor passou,
levando a cruz.

domingo, 31 de julho de 2016





Meu pai

       Ivone Boechat

Gosto de rever
a imagem forte do meu pai,
tremendo o assoalho
ao caminhar.
É doce me lembrar
como se temia
quando ele perdia
a abotoadura,
o guarda-chuva,
a chave de fenda!
Hoje é lenda
a figura enigmática,
a disciplina dura,
a rotina sistemática.
Pai não morre,
corre na frente
pra levantar o segredo do véu
e guardar pra gente
o lugar mais estrelado do céu.
Amanhecer 3a.edição Reproarte 2004 RJ

terça-feira, 26 de julho de 2016



Ser jovem

Ivone Boechat

Ser jovem é estar iniciando todo dia um novo caminho de qualquer jornada
que fora interrompido pelo desânimo;
estar comprometido com a renovação é sinal de juventude.
Ser jovem, sem fazer da juventude uma desculpa para cobrir erros,
mas sim procurando em cada passo o compasso da alegria.
Ser jovem e não se importar com as limitações do tempo,
 toda hora é tempo de convencer;
cada minuto gasto indevidamente é perda,
porém nunca se deixar vencer pelo fracasso e renovar-se.
Ser jovem e não ser fraco, jamais pensar em copiar a experiência do outro;
investir sempre nas próprias oportunidades para construir a vida, assumindo riscos.
Ser jovem e não ser louco de se firmar em idéias extremistas que levarão à incerteza;
correr ao encontro das ternuras e não ter medo de usar a força pelo amor.
Ser forte e não ser violento.
Ser jovem e ser prudente, ser inteligente para saber calar,
quando silêncio for importante para a felicidade de alguém;
ser capaz de dominar impulsos de ódio ou tristeza
para reconstruir na cinza de alguma desventura o alicerce de um novo tempo.
Ser jovem é amar, acreditando infinitamente no milagre do amor,
corrigindo aquelas atitudes que desafinam a serenidade,
isolam o homem e o deprime.
Ser jovem é ter sensibilidade para entender os que cumpriram a profecia do destino
e vieram antes plantando caminhos e futuros;
ser jovem é ser justo e compreensivo na correção da nova proposta.
Ser jovem é interpretar o mistério do envelhecimento como processo de mutação,
aperfeiçoamento para seguir na direção da imortalidade, do infinito, do espiritual,
despojando-se das vaidades desse estágio passageiro,
revestindo-se da luminosa sabedoria que só o tempo concede.


Publicado na 1ª.edição.do livro Por uma Escola humana editora Freitas Bastos, pág.160-RJ 1987